5 de junho de 2010

Para os apologistas do progresso

Os inimigos do capitalismo são sempre acusados de não serem mais que sonhadores. Tudo que as mensagens massificam a cada dia é que a sociedade que não se adestra aos princípios do capital, da coerção da produção, da concorrência de mercado, da escravidão constitucional, do egoísmo individual e do suicidio fisiológico, não pode se desenvolver.

Pergunto a vocês, capitalistas, maniqueístas do status quo: é com essa produção irracional que a humanidade alcançará uma vida minimamente aceitável?

Diversos animais continuam morrendo em consequência do vazamento de óleo no Golfo do México

Ensaio fotográfico de Charlie Riedel, da AP Photo