6 de julho de 2010

"Qualquer canto é menor do que a vida"

© Cecilio Bastos

Quando vi essa cena me lembrei da música do Belchior: "Ainda somos os mesmo e vivemos como os nossos pais..." É uma imagem muito carregada de referências. Pessoas que não conheço, mas quem seria capaz de dizer que a hereditariedade não se faz ali presente? Coisas cotidianas...